Ataque da Al-Qaeda contra forças de segurança no Iêmen deixa 3 mortos

Mais de 20 terroristas atacaram as sedes do serviço de inteligência e da Polícia

Efe

14 de julho de 2010 | 11h34

SANA - Ao menos três pessoas morreram nesta quarta-feira, 14, no Iêmen em um ataque executado pela organização terrorista Al-Qaeda contra as sedes dos serviços de inteligência e da Polícia na cidade de Zinzibar, no sudoeste do país, informou o Ministério da Defesa.

 

No ataque coordenado contra os prédios das organizações morreram um agente da Polícia iemenita e dois insurgentes, membros da Al-Qaeda, conforme o Ministério.

 

"Mais de 20 terroristas da organização Al-Qaeda atacaram com armas e bombas o edifício dos serviços de inteligência em Zanzibar", indicou o texto.

 

Nesse ataque, que registrou combates violentos, um membro do serviço de inteligência morreu e outros cinco agentes ficaram feridos.

 

As forças de segurança conseguiram capturar sete insurgentes. Os agentes encontraram também um cinto com explosivos, máscaras, bombas e uniformes militares.

 

No ataque contra o edifício da segurança geral da Polícia iemenita, situado perto da sede dos serviços de inteligência, não houve vítimas.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmen. Al-Qaedaataque terrorista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.