Rahmat Gul/AP
Rahmat Gul/AP

Ataque de homem-bomba em funeral mata 25 no leste do Afeganistão

Dezenas de pessoas ficaram feridas em um dos maiores atentados contra civis nas últimas semanas

Reuters

04 de setembro de 2012 | 15h49

JALALABAD - Um homem-bomba se explodiu em um funeral no leste do Afeganistão nesta terça-feira, 4, matando pelo menos 25 pessoas e ferindo dezenas, disseram autoridades locais. Esse foi um dos maiores atentados contra civis nas últimas semanas no país.

Veja também:

link Ataque a base da Otan no Afeganistão deixa 12 mortos

link Taleban decapita 17 civis após festa no Afeganistão

O ataque ocorreu no distrito de Dur Baba, Província de Nangarhar, perto da fronteira com o Afeganistão. No momento, moradores locais e parentes distantes do governador distrital se reuniam em um cemitério.

Um comunicado do Ministério do Interior estimou inicialmente em 20 o número de mortos e responsabilizou o movimento Taliban pelo ataque. Segundo o ministério, o governador do distrito, Haji Hamesha Gul -provavelmente o alvo do ataque-, ficou ferido.

"Meu irmão viu o homem-bomba e o agarrou no momento em que ele apertava o botão, matando-o e a muitas outras pessoas", disse Gul à Reuters, deitado em uma cama de hospital em Jalalabad, capital de Nangarhar.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentadohomem-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.