David Gutten/AP
David Gutten/AP

Ataque do Taleban deixa 6 mortos no sul do Afeganistão

Ofensiva ocorreu em província dominada pelo Taleban; Karzai reiterou oferta de reconciliação a insurgentes

Efe,

21 de fevereiro de 2010 | 10h48

Ao menos seis policiais afegãos que participavam de uma patrulha de erradicação de plantações de ópio foram mortos e dois foram feridos em um ataque do Taleban na província afegã de Helmand, informou neste domingo, 21, o Ministério do Interior afegão.

 

Segundo um comunicado, os agentes morreram no distrito de Nahr Saraj em um ataque feito por "inimigos" do país, modo como as autoridades afegãs se referem à insurgência Taleban.

 

Também neste domingo, as forças de segurança encontraram os cadáveres de seis militantes do Taleban no campo de batalha do distrito helmandi de Nad Ali, onde efetivos da Força Internacional de Assistência a Segurança ds Otan e do Exército afegão operam há oito dias uma grande ofensiva contra a insurgência. O Ministério de Defesa explicou que os corpos foram encontrados depois de um tiroteio.

 

A Otan informou neste domingo que a ofensiva Moshtarak (juntos, em dari) está "em andamento", apesar de as tropas enfrentarem resistência na cidade de Marja, núcleo da operação que tem como objetivo retirar o controle Taleban da região.

 

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, reiterou sua oferta de reconciliação aos Taleban, que foi rechaçada pelo movimento insurgente.

 

O porta-voz do Taleban Muhammad Yousaf Ahmadi insistiu para que o movimento "não deponha as armas nem conversem com a Administração de Karzai enquanto ainda houver um soldado estrangeiro no Afeganistão".

 

O Ministério de Defesa também reportou a morte de cinco insurgentes durante um combate na província de Kandahar, vizinha de Helmand, de acordo com o comunicado que não deu mais detalhes do ocorrido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.