Massoud Hossaini/AP
Massoud Hossaini/AP

Ataque do Taleban mata ao menos 18 soldados no Afeganistão

Governos americano e afegão dizem que grupo terrorista está sob crescente pressão de ataques aéreos, em região produtora de ópio

Reuters

10 Março 2018 | 10h57

Ao menos 18 soldados do exército afegão, incluindo agentes de tropas de elite do país,  foram mortos na madrugada deste sábado em um confronto na província de Farah, no oeste do Afeganistão, segundo o governo local. Integrantes do grupo terrorista Taleban atacaram batalhões que se preparavam para uma operação no distrito de Bala Buluk, dando início ao combate, de acordo com fontes oficiais.

+++ Explosão de carro-bomba em Cabul mata criança e fere mais de 10 pessoas

O Ministério da Defesa afegão disse que quatro membros das forças especiais foram mortos e um número indeterminado de militares ficou ferido. Segundo Farid Bakhtawar, líder de um conselho legislativo na província onde ocorreu a batalha, o número de mortos chegou a 18. Um ataque aéreo teria matado 25 integrantes do Taleban, disse Bakhtawar.

No Twitter, um porta-voz do Taleban disse que 53 militares afegãos foram mortos ou feridos na cidade de Tapa Sadat, que fica próxima ao distrito de Bala Buluk. Ele disse também que o grupo ficou com uma quantidade considerável de armas do inimigo. 

+++ Presidente do Afeganistão propõe reconhecer Taleban como grupo político

Membros do governo dos Estados Unidos e Afeganistão dizem que o Taleban está sob crescente pressão de ataques aéreos e operações militares. O incidente deste sábado foi o mais recente em uma série de conflitos na provincia de Farah. A região fica entre a fronteira do país com o Irã e a província de Helmand, apontada como fonte da maior produção de ópio no Afeganistão, onde o Taleban exerce forte influência. / Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.