Ataque em Bagdá deixa 35 mortos e 72 feridos

Um carro-bomba estacionado explodiu em uma área pobre xiita a noroeste de Bagdá nesta quarta-feira, matando 35 pessoas e ferindo outras 72 perto de um popular restaurante, disse a polícia.

REUTERS

20 de maio de 2009 | 16h41

O distrito de Shula, no noroeste de Bagdá, já havia sido atingido por bombas em 25 de dezembro do ano passado, matando 4 pessoas.

O último grande ataque a bomba no Iraque foi em 29 de abril, quando 51 pessoas morreram na explosão de dois carros-bomba no distrito xiita de Sadr City em Bagdá.

Desde o ano passado, a segurança teve grandes melhoras no Iraque, mas uma onda de ataques fez com que abril fosse o mês mais sangrento para civis desde novembro.

Ataques recentes levantam questões sobre a habilidade do Iraque em evitar o retorno à onda de violência com militares sem experiência assumindo maiores responsabilidades de segurança e com a retirada de tropas norte-americanas até o final de 2011.

(Texto de Mohammed Abbas)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEATENTADOMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.