Ataque israelita na Faixa de Gaza mata bebê e deixa 30 feridos

Ataque, direcionado ao escritório do primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, também atingiu residências

Associated Press,

27 de fevereiro de 2008 | 19h33

Uma aeronave israelita atacou o escritório do primeiro ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, e as proximidades do Ministério do Interior na Faixa de Gaza, na noite desta quarta-feira, 27, deixando um bebê morto e ferindo cerca de 30 pessoas, segundo informações palestinas.   Funcionários da saúde disseram que a criança de 6 meses foi atingida por estilhaços. Sua família vivia em um edifício próximo ao local do ataque.   Os mísseis foram lançados horas depois dos ataques do Hamas que matou uma estudante israelense, na fronteira ao sul da cidade de Sderot.   Funcionários da segurança do Hamas afirmaram que os disparos dos helicópteros atingiram prédios situados na região central de um bairro residencial, ferindo pelo menos 25 moradores locais e dois seguranças de rua do Hamas.   O exército israelita ainda não comentou os ataques.

Tudo o que sabemos sobre:
ataqueGazaIsraelmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.