Ataque mata nove militantes islâmicos no Paquistão

Autoridades paquistanesas investigam se um líder taleban está entre os mortos na ofensiva militar desta quinta

Associated Press,

15 de agosto de 2008 | 02h06

Um ataque nesta quinta-feira matou pelo menos nove militantes islâmicos no Paquistão. Autoridades paquistanesas investigam se um líder do Taleban está entre os mortos próximo à fronteira afegã. Atiradores dispararam contra o grupo nesta quinta-feira, 14, próximo à Khar, a principal cidade da região tribal de Bajur. Na região, há uma semana, começou uma ofensiva militar, informou Mohammed Khan, um oficial do governo. Os tiros atingiram dois veículos. Khan disse que em um dos veículos poderia estar Maulvi Faqir Mohammed, que é ligado ao número 2 da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahri. O oficial acrescentou que a morte de Mohammed ainda não foi confirmada. Ainda na quinta-feira, o porta-voz de Mohammed afirmou que ele escapou do ataque. As regiões tribais do Paquistão são consideradas refúgios para os combatentes da Al-Qaeda, muitos deles envolvidos em ataques contra as forças americanas e da OTAN no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoAfeganistãoAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.