Ataque no norte do Iraque deixa 11 mortos

Um ataque insurgente matou oito soldados iraquianos e mais três pessoas em uma casa na província de Diyala, na região norte do Iraque, nesta quarta-feira, disse a polícia.

REUTERS

11 de agosto de 2010 | 10h07

Segundo a polícia, os soldados morreram quando uma bomba explodiu de manhã, destruindo a casa localizada na cidade de Sadiya, ao norte de Baquba, capital de Diyala.

Forças de segurança iraquianas são alvo frequente da insurgência nos últimos meses, no momento em que os Estados Unidos estão reduzindo a presença militar no Iraque mais de sete anos após a invasão liderada por eles, que tirou Saddam Hussein do poder.

Uma fonte policial afirmou que os soldados foram alvo de tiros vindos da residência em Sadiya, enquanto fontes do Ministério do Interior disseram que eles haviam entrado na casa após receberem informações de que vítimas de sequestro estavam sendo mantidas lá.

"A explosão causou o desabamento da casa. Todos os oito soldados que entraram ali morreram", disse uma autoridade policial da cidade.

"Outros três corpos, de duas mulheres e um homem, foram encontrados dentro da casa", disse outra fonte da polícia. "Aparentemente foram mortos pelos insurgentes antes de deixarem a casa."

O governo dos EUA pretende reduzir o número de tropas norte-americanas para cerca de 50 mil até o dia 31 de agosto, data oficial para encerrar as operações de combate. Atualmente, estão pouco abaixo de 60 mil soldados.

(Reportagem de Waleed Ibrahim)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBASOLDADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.