Ataque suicida contra polícia afegã mata 13 pessoas

Um ataque a bomba matou 13 pessoas e feriu pelo menos outras 20 em um micro-ônibus que carregava cadetes da polícia do Afeganistão na principal cidade do turbulento leste do país na quarta-feira, disse um porta-voz do governo.

MOHAMMAD RAFIQ, REUTERS

18 de maio de 2011 | 17h21

Ahmadzia Abdulzai, um porta-voz da província de Nangarhar, disse que o homem bomba bateu com um carro cheio de explosivos contra o ônibus cheio de cadetes na cidade de Jalalabad.

"Foi um ataque suicida contra um pequeno ônibus que transportava a polícia afegã", disse Abdulzai à Reuters. Ele falou ao lado de carros e caminhões que foram atingidos pela explosão.

Membros da polícia nacional do Afeganistão e moradores da região carregavam os corpos queimados para longe do local. Era possível ver pedaços de carne humana entre os escombros.

"Entre os mortos e feridos estão tanto policiais quanto civis", acrescentou Abdulzai.

Forças de segurança afegãs e estrangeiras, assim como autoridades do governo, são alvos comuns de ataques feitos pelos insurgentes.

O Taliban disse no início deste mês que começou a "ofensiva da primavera" e comandantes das forças dos EUA disseram que esperam um crescimento significativo da violência na região.

As forças dos EUA e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) alegaram grande sucesso contra os insurgentes no sul do país nos últimos 12 meses, mas os rebeldes do leste estão se mostrando mais difíceis de serem controlados.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOATAQUEPOLICIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.