Ataque suicida deixa ao menos 33 mortos em Kirkuk, no Iraque

Um ataque suicida envolvendo homens armados disfarçados com uniformes da polícia matou pelo menos 33 pessoas na cidade iraquiana de Kirkuk neste domingo. Os homens tentavam invadir a sede da polícia local.

Reuters

03 de fevereiro de 2013 | 09h44

Este foi o terceiro ataque relevante nas últimas semanas naquela cidade ou perto dela, uma área composta por árabes, curdos e turcomanos no centro de uma disputa por petróleo e terras entre o governo central de Bagdá e da região autônoma do Curdistão.

"Um suicida dirigindo um carro carregado de explosivos bateu na entrada da sede e depois os outros homens vestindo coletes com explosivos usaram AK47 e granadas, mas os guardas os mataram", disse um policial.

A enorme explosão destruiu a fachada de concreto da sede da polícia e alguns carros estacionados na rua, e deixou corpos sob escombros em repartições públicas próximas. Segundo a polícia, havia pelo menos dois homens armados.

(Por Omar Mohammed e Mustafa Mahmoud)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEATAQUEKIRKUK*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.