Ataque suicida em Cabul deixa pelo menos dois mortos

Local do ataque foi o distrito de Wazir Akbar Khan, onde vive boa parte da colônia estrangeira na capital afegã

Efe,

27 de novembro de 2007 | 02h54

Pelo menos dois afegãos morreram e várias outras pessoas ficaram feridas em um atentado cometido nesta terça-feira, 27, por um suicida contra um veículo estrangeiro no centro de Cabul. O local do ataque foi o distrito de Wazir Akbar Khan, onde vive boa parte da colônia estrangeira na capital afegã. Um porta-voz taleban, Mullah Mansoor, afirmou à Efe que os responsáveis foram os rebeldes. Os mortos são um guarda de segurança e um civil, segundo o chefe da Brigada Criminal de Cabul, Ali Shah Paktiawal. As primeiras informações são de que o suicida viajava em um automóvel carregado de explosivos, que detonou junto a um carro estrangeiro. A Força para a Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, afirmou que seu pessoal não foi atingido no atentado. Há três dias, outro suicida matou 10 pessoas, entre elas seis crianças afegãs e um militar italiano, em um ataque nos arredores de Cabul. Este ano houve vários ataques suicidas na capital afegã. O mais sangrento foi em junho, quando a explosão de uma bomba em um ônibus na cidade matou 35 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoataqueatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.