Ataque suicida mata 21 e fere 74 no Afeganistão

Entre as vítimas de carro-bomba lançado por terrorista no leste do país está um soldado americano

Associated Press e Reuters,

13 de novembro de 2008 | 07h36

Um suicida com um carro-bomba atacou um comboio de tropas lideradas pelos Estados Unidos no leste do Afeganistão na quinta-feira, 13, matando pelo menos 20 civis e um soldado americano e ferindo outras 74, informou o Exército dos EUA. Em outro incidente, dois soldados morreram num ataque contra tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no país.   O atentado foi perpetrado no leste do país, segundo afirmou o porta-voz do Exército dos EUA Walter Matthews. O suicida lançou o veículo nos arredores de um mercado de animais lotado. Os feridos foram levados para pelo menos três hospitais e, segundo o porta-voz da área de saúde da província, o número de mortos deve aumentar.   Em um outro ataque, dois soldados britânicos foram mortos na província de Helmand, sul do país, quando faziam uma patrulha na quarta-feira junto com soldados afegãos. O carro em que estavam explodiu após a detonação de uma bomba, informou o Ministério da Defesa do Reino Unido. Também na quarta-feira, suicidas atacaram nas províncias de Helmand e Candahar, ambas no sul do país, matando mais de 10 pessoas. Um porta-voz do Taleban não foi encontrado para comentar.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.