Ataque suicida mata 28 e fere 24 no Iraque, diz fonte

Um homem-bomba matou 28 pessoas e feriu outras 24 em um atentado terrorista contra peregrinos xiitas perto da cidade iraquiana de Samarra, no sábado, disse uma fonte policial.

REUTERS

12 de fevereiro de 2011 | 13h08

Foi o segundo atentado suicida esta semana perto de Samarra, onde os peregrinos xiitas estão comemorando a morte de um dos 12 imãs venerados em 874.

"Há mulheres e crianças entre eles", disse uma fonte da polícia no hospital de Samarra sobre as vítimas do ataque. Outra fonte da polícia afirmou que o agressor estava em um carro-bomba que atacou um ônibus repleto de peregrinos saindo de Samarra, depois de uma visita ao santuário. Já uma terceira fonte policial disse que a explosão havia sido provocada por um suicida vestindo um colete com explosivos.

Na quinta-feira, oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas quando um carro-bomba explodiu próximo a um grupo de peregrinos xiitas em direção a Samarra (100 km ao norte de Bagdá).

Samarra abriga o santuário e a mesquita de al-Askari. Peregrinos viajam para participar de cerimônias no local para marcar a morte de Hasan al-Askari, o 11o dos 12 imãs.

Peregrinos xiitas têm sido alvo, frequentemente nos últimos anos, da insurgência sunita que ainda é capaz de realizar ataques fatais quase oito anos após a invasão liderada pelos EUA que derrubou o ditador sunita Saddam Hussein.

Eventos religiosos xiitas eram proibidos durante o regime de Saddam.

(Reportagem de Sabah al-Bazee)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEHOMEMBOMBAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.