Ataque suicida mata soldado dos EUA e fere 18 no Iraque

Base conjunta dos Estados Unidos e do Iraque em al-Rashad foi atingida por caminhão-bomba

Adrian Croft e Waleed Ibrahim, Reuters

08 de junho de 2008 | 16h38

Um veículo dirigido por um terrorista suicida explodiu próximo a uma base militar no Iraque neste domingo, 8, matando um soldado norte-americano e ferindo outros 18, informou o Exército dos EUA. Dois iraquianos contratados também foram feridos no ataque na província de Kirkuk, a cerca de 250 quilômetros de Bagdá, informou um comunicado do Exército. As vítimas foram levadas a um hospital militar. A polícia iraquiana e fontes da área médica disseram que cinco civis foram feridos no ataque, que segundo as fontes, foi feito por um caminhão-bomba contra uma base conjunta dos Estados Unidos e do Iraque em al-Rashad, a 25 quilômetros de Kirkuk. Autoridades iraquianas e norte-americanas destacaram a melhoria na segurança do Iraque, com uma queda significativa da violência e dos ataques às tropas dos Estados Unidos nos cinco anos desde a invasão do país para derrubar Saddam Hussein.  Mas comandantes dos Estados Unidos afirmaram que as melhorias são frágeis e reversíveis. Em maio, o número de soldados norte-americanos mortos no Iraque caiu para 19, a menor taxa em cinco anos de guerra, onde morreram mais de 4.000 soldados dos Estados Unidos.   Na última quarta-feira, três soldados norte-americanos foram mortos por militantes na cidade árabe sunita de Hawija, próximo a Kirkuk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.