Jerome Starkey/AP
Jerome Starkey/AP

Ataques a bomba e tiros deixam 6 mortos no Afeganistão

Otan opera maior ofensiva militar desde 2001 no sul do país, controlado por insurgentes do Taleban

Associated Press,

18 de fevereiro de 2010 | 19h49

Quatro soldados da Otan morreram nesta quinta-feira, 18, sexto dia da maior ofensiva militar desde 2001 para recuperar o controle do Taleban de uma área do sul do Afeganistão.

 

Veja também:

linkTaleban usa francoatiradores para combater ofensiva dos EUA

link'Fogo amigo' da Otan mata 7 policiais afegãos

 

A Otan afirmou que três oficiais foram mortos em dois ataques a bomba separados em e o quarto morreu ao ser atingido por tiros.

 

Forças norte-americanas e afegãs tomaram o controle das principais estradas, pontes e centros governamentais da cidade de Marja, dominada por insurgentes Taleban, mas grupos de militantes ainda resistem na província.

 

Segundo o Ministério de Defesa do Reino Unido, dois soldados britânicos também foram mortos nesta quinta durante a operação em Marja.

 

Um dos soldados foi morto em uma explosão na região de Babaji e o outro foi atingido por tiros em Nad-e-Ali.

 

O Reino Unido perdeu 263 soldados no Afeganistão desde que as operações no país começaram, em 2001.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanAfeganistãoMarjaTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.