Ataques deixam pelo menos seis mortos e 15 feridos no Iraque

Atentados ocorrem um dia depois de série de explosões deixar mais de 60 mortos no país

Efe

26 de agosto de 2010 | 09h49

 

BAGDÁ - Pelo menos seis pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas em diferentes ataques nesta quinta-feira nas províncias iraquianas de Diyala e Salah ad-Din, segundo fontes do Ministério do Interior iraquiano.

 

As fontes explicaram que um grupo de homens armados, supostamente membros da Al-Qaeda, atacaram um posto de controle na região de Almanzureya, a 40 quilômetros a leste da cidade de Baquba, capital da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá.

 

Os agressores se enfrentaram com membros das milícias pró-governo Conselhos de Salvação, e causaram a morte de quatro dos rebeldes sunitas e ferimentos a outros dois.

 

As fontes informaram ainda que, após a chegada dos reforços dos Conselhos de Salvação, uma bomba explodiu e matou o responsável pelo grupo, Ali Amir, e um de seus ajudantes. A explosão também causou ferimentos a dois dos rebeldes sunitas, mas por enquanto ainda não está determinado número total de perdas.

 

Segundo as mesmas fontes, foram detidos dois suspeitos depois que outros dois membros dos Conselhos de Salvação foram feridos em confrontos armados com membros da Al-Qaeda na região de Abu Saida, a 35 quilômetros de Baquba.

 

Uma fonte da Polícia de Tikrit, capital da província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá, disse que cinco agentes da Polícia tinham ficado feridos pela explosão de dois artefatos explosivos na cidade de Samarra, 40 quilômetros ao sul de Tikrit.

 

Os ataques ocorrem apenas um dia depois de dezenas de atentados coordenados deixarem 64 mortos em mais de 13 cidades iraquianas. As tropas americanas encerram suas operações de combate no país no próximo dia 31, e a insegurança aumenta devido às discussões para a formação de um novo governo, o que ainda não foi feito desde as eleições parlamentares de março.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadoterrorismosegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.