Ataques israelenses no norte de Gaza matam sete palestinos

Ministério da Saúde confirmou que cinco dos mortos eram membros do braço armado do Hamas

Efe

07 de fevereiro de 2008 | 05h46

Seis milicianos palestinos e um civil morreram em diferentes ataques do Exército israelenses desde o começo da madrugada desta quinta-feira no norte de Gaza, segundo informaram fontes sanitárias do território palestino. O porta-voz do serviço de emergências do Ministério da Saúde em Gaza, Moawiya Hasanín, confirmou que cinco dos mortos eram membros do braço armado do Hamas e outro era um ativista da Jihad Islâmica. Além disso, um civil morreu e dois estudantes ficaram feridos no começo da manhã em Beit Hanoun, quando um míssil atingiu a escola onde eles estavam, acrescentou a fonte. O funcionário precisou que os milicianos morreram em pelo menos dois ataques da aviação israelense contra posições próximas ao campo de refugiados de Jabalya e nas imediações de Beit Hanoun. Além disso, testemunhas e moradores dessas localidades situadas no norte da faixa relataram que vários tanques e escavadeiras militares entraram no território palestino. O Exército israelense confirmou que realiza uma "atividade" na região norte de Gaza desde a madrugada e que ainda continua em andamento. Uma porta-voz militar israelense informou à Agência Efe que a operação se concentra em uma zona usada pelas milícias para disparar foguetes diariamente contra o Estado judeu. 

Tudo o que sabemos sobre:
Gazamortespalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.