Ataques matam 4 e deixam onze feridos no Iraque

Na província de Anbar, governador ordenou a prisão de 63 pessoas, entre professores e oficiais do exército

Efe,

14 de agosto de 2008 | 05h11

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras onze ficaram feridas em ondas de violência registradas nas últimas horas na capital iraquiana e em outros lugares do Iraque. Fontes policiais informaram que uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas após uma explosão contra uma patrulha policial em Zafaraniya, 30 quilômetros ao sul de Bagdá. Em outra explosão durante a noite no bairro de Mansour, no oeste de Bagdá, morreu outra pessoa, segundo as mesmas fontes. Também durante a noite, próximo à cidade de Baquba, outra patrulha sofreu um atentado, que terminou com dois mortos e seis feridos. Fontes oficiais informaram que as autoridades da província de Anbar, de maioria sunita, ordenaram nas últimas horas a prisão de 63 pessoas, entre elas professores universitários e um número não determinado de oficiais do exército. A ordem de prisão foi dada pelo governador, Sami Rashid al Alwani. As razões não foram detalhadas pelas fontes. Anbar, ao oeste de Bagdá, é a maior das dezoito províncias iraquianas e é o local que surgiu o braço iraquiano da Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueviolênciaBagdá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.