Ataques matam pelo menos 34 perto de Damasco

Ataques simultâneos realizados com dois carros-bomba na cidade síria de Jaramana, de maioria cristã e drusa, mataram pelo menos 34 pessoas e deixaram dezenas de feridos nesta quarta-feira, de acordo com a agência de notícias estatal síria, SANA.

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 10h09

Moradores disseram que a série de explosões aconteceu durante a manhã (horário local) em Jaramana, próxima à capital, Damasco, onde uma milícia pró-regime mantém grupos armados para defender a cidade contra os rebeldes. 

A agência de notícias estatal Sana descreveu os ataques como "explosões terroristas", termo utilizado principalmente para os ataques dos rebeldes muçulmanos sunitas que lutam para derrubar Assad, um membro da minoria síria alauíta, que é ligada ao islamismo xiita.

A emissora de TV Addounia exibiu imagens de bombeiros apagando as chamas nos dois veículos. Destroços de construções vizinhas destruíram vários outros carros ao redor.

As informações são da Dow Jones, da Associated Press e da Reuters

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.