Atentado a bomba mata quatro pessoas no Iraque

Uma bomba matou quatro pessoas em um ônibus de passageiros e feriu outras dez em Bagdá na segunda-feira, disse a policia Iraquiana. A bomba explodiu no nordeste da capital, na vasta e empobrecida área de Sadr City, uma fortaleza dos seguidores do clérigo xiita antiamericano Moqtada al-Sadr. A região estava relativamente vazia na segunda-feira, uma vez que muitos xiitas viajaram para a cidade sagrada de Kerbala, 80 km ao sul de Bagdá, para um de seus rituais mais sagrados, o Arbain. O Arbain marca o fim de um período de lamentação pela morte de Hussein, neto do profeta Maomé, em uma batalha no século sétimo. A polícia disse não acreditar que as vítimas no ônibus fossem peregrinos voltando de Kerbala. A violência caiu acentuadamente no Iraque após anos de violência sectária e resistência à invasão liderada pelos EUA em 2003. Mas ataques suicidas e com bombas ainda são comuns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.