Atentado com carro-bomba mata 32 no norte de Bagdá

Pelo menos 43 ficam feridos, muitos deles policiais; veículo foi explodido na sede da Direção da Polícia

Efe e AP,

12 de setembro de 2008 | 14h52

Um atentado suicida com carro-bomba deixou pelo menos 32 mortos e 43 feridos nesta sexta-feira, 12, na localidade de Dujail, que fica a 60 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes da polícia local. Segundo as fontes, o veículo era dirigido por um terrorista suicida que detonou o carro perante a sede da Direção da Polícia da cidade por volta das 18h (11h em Brasília).           As fontes não descartaram que o número de mortos, entre os quais se encontra um agente, possa aumentar devido à gravidade de alguns dos feridos, muitos deles policiais. A explosão causou grandes danos materiais no edifício.   Este atentado aconteceu horas depois que outro terrorista suicida detonou um cinturão de explosivos que carregava junto ao corpo entre os fiéis reunidos em uma mesquita em Sinjar, na província de Ninawa(norte), deixando três mortos e 17 feridos.   Os ataques desta sexta rompem a calma relativa que se vive no Iraque, graças à redução da violência. O último atentado fatal ocorreu em 14 de agosto em Iskandariya, 50 quilômetros ao sul da capital, onde 27 fiéis xiitas morreram e outros 75 ficaram feridos em um ataque cometido por uma mulher suicida.    

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.