Atentado com carro-bomba mata quatro e fere 35 no Paquistão

Entre os mortos há uma criança; alvo do ataque era uma delegacia que ficou parcialmente destruída

Efe,

25 de abril de 2008 | 01h41

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 35 ficaram feridas nesta sexta-feira, 25, num atentado com carro-bomba em um mercado na cidade paquistanesa de Mardan (noroeste), informou a Polícia.   A explosão foi tão potente que pôde ser ouvida em grande parte da cidade, situada na conflituosa Província da Fronteira Noroeste, segundo o canal de televisão Geo TV.   Morreram no ataque o proprietário de um hotel, uma criança e o subinspetor de Polícia Furrukh Saeed, enquanto pelo menos 13 agentes ficaram feridos. Os feridos, sete deles em estado crítico, foram transferidos ao hospital da cidade.   A explosão ocorreu junto a uma delegacia que ficou parcialmente destruída, assim como vários estabelecimentos comerciais da região.   A Polícia estabeleceu um cordão de isolamento na área e as investigações sobre o ataque continuam.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãocarro-bombaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.