Atentado contra delegacia de Cabul mata cinco pessoas

O último atentado em Cabul havia sido dia 4 de dezembro, quando 22 pessoas ficaram feridas

EFE,

15 de dezembro de 2007 | 04h34

Pelo menos cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas num atentado em frente ao escritório do chefe de Polícia de Cabul, informou neste sábado uma fonte oficial. O atentado aconteceu às 8h20 (1h50 de Brasília). Vários projéteis que estavam escondidos sob caixotes de frutas de uma caminhonete estacionada no local explodiram, segundo o porta-voz do Ministério do Interior, Zemarai Bashary. A caminhonete continha cinco projéteis que foram supostamente ativados por controle remoto, mas só dois deles foram detonados. O primeiro atingiu um grupo de civis, perto dos escritórios. O segundo explodiu no interior do veículo. A Polícia não encontrou por enquanto o corpo de nenhum suposto terrorista suicida. Por isso, trabalha com a hipótese de um ataque por controle remoto. O último atentado em Cabul havia sido dia 4 de dezembro, quando 22 pessoas ficaram feridas devido a uma ação suicida contra um comboio da Isaf (Força Internacional de Assistência à Segurança) na estrada do aeroporto.

Tudo o que sabemos sobre:
ATENTADOCABULVÍTIMAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.