Atentado contra deputado sunita deixa cinco feridos no Iraque

Apesar da violência sectária ter diminuído, analistas preveem aumento de atentados às vésperas de eleição

Associated Press,

11 de janeiro de 2010 | 09h12

Policial examina destroços de carro-bomba em Bagdá. Foto: Karim Kadim/Reuters

 BAGDÁ - A explosão de um carro-bomba feriu cinco pessoas nesta segunda-feira, 11, em Bagdá feriu cinco pessoas. O ataque visava o deputado sunita Izzat Ashabander. Três seguranças dele se feriram, mas o parlamentar não estavam no comboio.

VEJA TAMBÉM:
especialCronologia da Guerra do Iraque

Poças de sangue eram vistas perto do local da explosão.

Apesar da violência sectária ter diminuído no Iraque, atentados ainda são comuns. Analistas dizem que a proximidade das eleições, previstas para março, pode aumentar a violência.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueGuerra do Iraqueatentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.