Atentado contra líder de milícia sunita causa três mortos

As vítimas fatais eram as guarda-costas do dirigente, principal alvo do ataque

23 de março de 2008 | 06h47

Um atentado contra um dirigente dos "conselhos de salvação" - grupos tribais sunitas que combatem contra Al Qaeda no Iraque - causou a morte a três pessoas e ferimentos a outras três na província de Salah ad-Din, ao noroeste de Bagdá. Segundo explicou neste domingo o escritório de cooperação conjunta americano-iraquiano, um carro-bomba explodiu na cidade de Al Mutasem, 60 quilômetros ao sul de Tikrit, junto à casa de Hussein al-Shatb, responsável das milícias sunitas. As vítimas fatais eram as guarda-costas do dirigente, principal alvo do ataque segundo explicaram as mesmas fontes, acrescentando que a explosão causou danos em várias casas da zona.

Tudo o que sabemos sobre:
ATENTADOBAGDÁ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.