Atentado deixa pelo menos 27 mortos e 20 feridos em Baquba

Suicida detonou o cinto de explosivos em um centro de recrutamento da polícia

Efe,

29 de outubro de 2007 | 06h26

Pelo menos 27 pessoas morreram e 20 ficaram feridas nesta segunda-feira, 29, em um atentado suicida contra um centro de recrutamento da polícia em Baquba, 65 quilômetros ao nordeste de Bagdá, informaram fontes oficiais.   Um suicida montado em uma bicicleta detonou o cinto de explosivos que carregava entre um grupo de aspirantes, reunidos em uma praça do centro de Baquba, em frente ao centro policial, disseram as fontes.   Acrescentaram que a maioria dos aspirantes fazia parte do chamado Conselho das Tribos, que colabora com a polícia em sua luta contra a rede terrorista Al-Qaeda.   Além disso, entre os feridos há uma criança e uma mulher, precisaram as fontes.   As fontes informaram ainda que policiais mataram nesta segunda um suposto terrorista suicida que pretendia atentar contra uma delegacia em uma localidade 5 quilômetros ao sul de Baquba, capital da província de Diyala.   Essa província é um dos principais redutos da organização radical sunita "Estado Islâmico do Iraque", encabeçada pela Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueatentadoBaquba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.