Atentado deixa três mortos e quatorze feridos no Iraque

Suspeita-se que o ato teria sido uma represália devido a morte de dois cabeças da Al-Qaeda

Efe

21 de abril de 2010 | 04h08

Pelo menos três pessoas morreram e outras quatorze ficaram feridas devido a explosão de um carro bomba no centro da cidade de Baquba, capital da província de Diyala, noroeste de Bagdá, nesta quarta-feira, 23, de acordo com a polícia.

 

O carro estava parado próximo a diversos restaurantes populares em um cruzamento, e explodiu próximo a um local em que alguns policiais tomavam café. Entre os feridos estão três policiais, que faziam parte de uma comitiva que estava encarregada de proteger o governador de Diyala.

 

O atentado ocorreu dois das depois que o exército dos Estados Unidos e o governador e Bagdá anunciaram a morte de dois líderes da Al Qaeda, Abu Ayub al Masri e Abu Omar al Bagdadi, durante uma operação militar conjunta realizada no domingo, 19.

 

Al Masri era líder milatar da Al-Qaeda no Iraque e Al Bagdadi era um dos cabeças da coalizão Estado Islâmico do Iraque, um conglomerado de grupos armados, que tem como principal cabeça a Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueatentadosAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.