Ali Abbas/Efe
Ali Abbas/Efe

Atentado em Bagdá deixa 18 mortos e outros 80 feridos

Ataque ocorre apenas um dia depois de série de explosões que mataram 36 pessoas na capital do Iraque

Efe,

26 de janeiro de 2010 | 07h40

Pelo menos 18 pessoas morreram e outras 80 ficaram feridas nesta terça-feira, 26, em um atentado suicida com carro-bomba contra uma delegacia de Polícia no centro de Bagdá, por volta das 5h30 (horário de Brasília) informaram fontes policiais.

 

Entre os feridos há vários agentes, segundo as fontes, que disseram ainda que a explosão causou danos em vários veículos e edifícios próximos. O atentado acontece um dia depois que uma série de ataques similares contra vários hotéis da capital matou 36 pessoas.

 

Os atentados coincidem com o anúncio da execução de Ali Hassan al-Majid, conhecido como "Ali Químico", primo do ditador Saddam Hussein, que tinha sido condenado à pena de morte quatro vezes.

 

Por outro lado, vários políticos advertiram que havia a possibilidade de aumento no número de atentados terroristas enquanto se aproximam as eleições parlamentares, previstas para o próximo dia 7 de março.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueterrorismoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.