Atentado mata pelo menos 11 no sul de Bagdá

Entre os 18 feridos na explosão do carro-bomba estão duas crianças; ataque acontece durante o Ramadã

Associated Press e Efe,

15 de setembro de 2007 | 14h19

Pelo menos 11 pessoas, incluindo duas crianças, morreram e outras 18 foram feridas durante a explosão de um carro-bomba guiado por um suicida no sudoeste de Bagdá, informaram fontes policiais neste sábado, 15.   Segundo as fontes, o veículo explodiu junto a um posto de controle da Polícia. Testemunhas afirmam que o atentado ocorreu às 19 horas (12h de Brasília) e que entre as vítimas há civis e agentes, mas não deram mais detalhes.   A explosão danificou cinco lojas, três casas e destruiu cinco carros. As forças de segurança isolaram o local e os feridos foram levados para hospitais, acrescentaram as fontes.   Entre os 18 feridos estão duas crianças. O ataque aconteceu durante as celebrações do Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.