Atentado suicida contra hotel em Cabul deixa ao menos 3 mortos

Homem-bomba detonou explosivos na entrada de hotel; uma pessoa está desaparecida

REUTERS

14 de fevereiro de 2011 | 09h27

CABUL - Um atentado suicida contra um hotel no centro de Cabul, nesta segunda-feira, 14, matou pelo menos três pessoas e feriu várias outras, segundo autoridades afegãs e ocidentais. O hotel Safi Landmark tinha sido alvo de ataque semelhante cerca de um ano atrás.

O insurgente detonou os explosivos na entrada, onde se acumulou uma pilha de vidros estilhaçados e metal retorcido. Pouco depois houve disparos de tiros.

"Três guardas foram mortos, dois civis ficaram feridos e um está desaparecido desde que o suicida se explodiu", disse uma autoridade policial que não quis se identificar, por não ter permissão para falar com a imprensa.

Vendedores de lojas nos primeiros pisos do edifício do hotel faziam o levantamento dos prejuízos enquanto um policial removia às pressas pelo menos um corpo.

"Foi uma forte explosão, que me deixou surdo", disse Tamim Mehraj, cuja loja fica a poucos metros do local do atentado.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOATAQUESUICIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.