Atentado suicida mata 19 em mesquita xiita de Bagdá

A explosão de um homem-bomba dentro de uma mesquita xiita no centro de Bagdá nesta terça-feira matou pelo menos 19 pessoas, segundo fontes médicas e da área de segurança.

Reuters

27 Maio 2014 | 13h11

Um fotógrafo da Reuters no local da explosão no movimentado bairro de Shorja disse que as paredes da mesquita ficaram enegrecidas pela fumaça, o sangue espirrou até o teto e os tapetes usados nas orações estavam todos espalhados.

Na maioria, as vítimas eram mercadores e lojistas da área que tinham ido rezar. O policial Abbas Inad disse à Reuters: "A bomba era muito grande e repleta de pequenas bolas de metal para matar o maior número de pessoas possível".

Não ficou claro de imediato quem estaria por trás do atentado, mas insurgentes islamitas sunitas vêm ampliando suas ações no Iraque e em ocasiões anteriores assumiram a responsabilidade por ataques contra santuários xiitas.

Fontes hospitalares disseram que o número de mortos provavelmente vai aumentar, já que há muitos feridos com gravidade.

(Reportagem da Redação Bagdá)

Mais conteúdo sobre:
IRAQUE ATENTADO BAGDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.