Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Atentado suicida mata dois policiais em Bagdá

Autoridades acreditam que ex-primeiro-ministro iraquiano seria o alvo do ataque que feriu 12 pessoas

Efe e Associated Press,

11 de dezembro de 2007 | 07h43

Pelo menos dois policiais morreram nesta terça-feira, 11, e outros 12 ficaram feridos num atentado suicida com carro-bomba contra um posto de controle no bairro de Hariziya, no oeste de Bagdá, informaram fontes policiais. Autoridades acreditam que o alvo seria o dirigente do partido Diálogo Nacional Iraquiano. Segundo as fontes, um terrorista suicida conduziu um veículo carregado com explosivos contra um posto de controle policial na rua Zaitun. A explosão aconteceu a cerca de 150 metros da casa de Saleh al-Mutlak, ex-primeiro-ministro e primeira autoridade a assumir o governo do país na era pós-Saddam. Naquela área vivem muitos políticos sunitas, como Mariyam al-Raiies, assessora do primeiro-ministro Nouri al-Maliki. Após o ataque, soldados americanos e iraquianos cercaram o local da explosão, com o apoio de helicópteros.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.