Atentados deixam ao menos 17 mortos e 33 feridos em Bagdá

Dois ataques coincidem com a festa de "Eid ul-Fitr", que para muitos xiitas no Iraque começa nesta quinta-feira

Efe,

02 de outubro de 2008 | 05h03

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 33 ficaram feridas nesta quinta-feira, 2, em Bagdá em dois ataques perpetrados por suicidas, informaram à Agência Efe fontes policiais. No primeiro ataque, um suicida detonou o cinto de explosivos que carregava junto a seu corpo nas proximidades de uma mesquita xiita num bairro do sul da capital, matando 13 pessoas e deixando outras 25 feridas. Os fiéis acabavam de assistir à oração pelo "Eid ul-Fitr", as celebrações que marcam o fim do Ramadã, na "huseiniya" (mesquita xiita). Pouco depois, outro terrorista suicida atirou um carro cheio de explosivos contra um posto de controle militar junto a uma "huseiniya" no sudeste da capital. Este atentado matou quatro pessoas, entre elas dois soldados, e outras oito ficaram feridas, algumas em estado grave. Os dois atentados coincidem com a festa de "Eid ul-Fitr", que para muitos xiitas no Iraque começa nesta quinta-feira, enquanto para os sunitas deste país se iniciou na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
BagdáIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.