Atentados deixam pelo menos dez mortos e dezenas de feridos no Iraque

Oito morreram em Mussayab e outros dois em Al-Latifiya; houve feridos em Bagdá e arredores

Reuters e Efe

16 de março de 2010 | 10h37

Pelo menos oito pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas nesta terça-feira, 16, em duas explosões consecutivas na principal rua de Mussayab, segundo informações da Polícia local. Mais cedo, duas pessoas morreram e outras oito ficaram feridas em decorrência de ataques em Bagdá e nos arredores.

 

Segundo os policiais, dois explosivos foram plantados em carros de civis e detonados no centro da cidade, que fica 60 quilômetros ao sul de Bagdá. O ataque ocorre apenas nove dias após as eleições parlamentares do país, quando ocorreram diversos outros atentados.

 

Pela manhã, um grupo de insurgentes atacou um posto de controle dos chamados "Conselhos de Salvação", que colaboram com a Polícia na luta contra a rede terrorista Al-Qaeda, na região de Al-Latifiya, 25 quilômetros a sul de Bagdá, matando dois de seus militantes.

 

No centro da capital, cinco pessoas ficaram feridas pela explosão de uma bomba perto de uma mesquita. A explosão causou, além disso, vários danos em edifícios na zona.

 

Em outro incidente, três policiais ficaram feridos pela explosão de uma bomba enquanto sua patrulha passava por uma rua da região leste de Bagdá. Vários automóveis da patrulha sofreram danos pela explosão.

 

Na segunda-feira, um carro-bomba deixou sete mortos e 20 feridos na cidade de Falluja, área relativamente calma até os sunitas se aliarem a redes terroristas como a Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadoexplosõesviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.