Atentados matam dois e ferem cinco em Bagdá

Segundo números divulgados recentemente pelas autoridades iraquianas e as tropas da coalizão multinacional liderada pelos Estados Unidos, a violência em Bagdá caiu notavelmente nos últimos dois meses

EFE

25 de novembro de 2007 | 06h56

Pelo menos duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas na manhã deste domingo na explosão de um carro-bomba e de artefatos em dois bairros de Bagdá, informaram fontes dos corpos de segurança. A detonação do veículo carregado com explosivos deixou dois civis mortos e três feridos em estado grave, precisaram as fontes, que explicaram que o atentado ocorreu detrás do Ministério da Saúde, no centro da capital iraquiana. Enquanto isso, duas pessoas ficaram feridas pela detonação consecutiva de dois artefatos nas proximidades da Faculdade de Economia, na área de Al-Waziriya, no norte de Bagdá, concluíram as fontes. Segundo números divulgados recentemente pelas autoridades iraquianas e as tropas da coalizão multinacional liderada pelos Estados Unidos, a violência em Bagdá caiu notavelmente nos últimos dois meses. Nesse contexto, as forças internacionais informaram recentemente que as freqüentes operações de segurança em Bagdá obrigaram os combatentes da rede terrorista Al Qaeda a fugir para o norte do país.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque, Bagdá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.