Austrália enviará forças especiais ao Iraque e participará de bombardeios

Forças especiais da Austrália serão enviadas ao Iraque para ajudar na luta contra os militantes do Estado Islâmico, disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, nesta sexta-feira. Aviões do país também vão aderir aos ataques da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

LINCOLN FEAST, REUTERS

03 de outubro de 2014 | 09h01

Abbott disse em uma entrevista coletiva em rede nacional que as tropas australianas estariam envolvidas em uma ação de "aconselhar e ajudar", em apoio ao Exército iraquiano em sua luta contra o grupo militante islâmico.

Os Estados Unidos vêm bombardeando o Estado Islâmico e outros grupos na Síria há duas semanas, com a ajuda de aliados árabes, e também alvos no vizinho Iraque desde agosto.

Países europeus se juntaram à campanha de bombardeios no Iraque, mas não na Síria.

(Reportagem adicional de Matt Siegel em Sydney)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEAUSTRALIATROPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.