Autoridade do Hezbollah morre em confrontos no Líbano

Dois libaneses, incluindo uma autoridade do Hezbollah, foram mortos em Beirute na terça-feira durante confrontos entre simpatizantes do grupo xiita e uma facção sunita, disseram fontes de segurança.

REUTERS

24 de agosto de 2010 | 19h38

Elas afirmaram que os choques foram provocados por uma briga entre um apoiador do Hezbollah e outro da facção al-Ahbash no bairro misto de Burj Abi Haidar, em Beirute.

O confronto aumentou e metralhadoras e granadas foram usadas, disseram fontes e testemunhas. Não estava claro quem começou o tiroteio.

"O total agora é de dois mortos", declarou uma fonte de segurança, acrescentando que "um deles é Mohammad Fawaz, responsável pelo setor de Burj Abi Haidar."

Um representante da al-Ahbash disse que a outra vítima é um simpatizante da facção sunita.

Os dois grupos disseram em um comunicado conjunto que não havia "motivação política ou sectária" por trás do conflito. "Salientamos que este foi um incidente individual infeliz."

Os confrontos terminaram depois que o Exército libanês foi deslocado para as ruas de Burj Abi Haidar.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBANOCONFRONTOMORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.