Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Autoridade do Hezbollah morre em explosão no Líbano

Cinco pessoas morreram na explosão no vilarejo de Tayr Filsi, na margem sul do rio Litani

Reuters,

12 de outubro de 2009 | 17h05

Uma autoridade do Hezbollah e seu filho morreram na explosão de um depósito de munições em sua casa no sul do Líbano nesta segunda-feira, 12, disseram fontes da área de segurança.

 

Outras três pessoas foram mortas na explosão no vilarejo de Tayr Filsi, na margem sul do rio Litani, dentro da área de operações da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul). A missão mantenedora da paz, reforçada depois que Israel e o Hezbollah travaram uma guerra no sul do Líbano em 2006, disse que estava checando a informação.

 

A causa da explosão parecia ter sido acidental. A área foi isolada, e os integrantes do Hezbollah não estavam disponíveis para comentar o caso. Um porta-voz do Exército israelense informou que estavam apurando a notícia.

 

Israel e Estados Unidos acusaram o Hezbollah de violar o embargo de armas da Organização das Nações Unidas (ONU) no sul do Líbano e de minar os esforços da missão de paz da entidade naquela região.

 

Israel acusou o Hezbollah de estocar armas em segredo depois que um depósito de armas suspeitas pertencente ao grupo explodiu no início deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbanoHezbollah

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.