Autoridades afegãs ordenam recontagem de votos em sete províncias

Medida deve atrasar ainda mais apuração; resultado das eleições só deve sair em outubro

Reuters

27 de setembro de 2010 | 08h42

CABUL - As autoridades eleitorais do Afeganistão ordenaram a recontagem parcial dos votos de sete das 34 províncias do país, após suspeita de fraude na eleição parlamentar de 18 de setembro, disse um alto funcionário nesta segunda-feira, 27. Com isso, o resultado da eleição parlamentar deverá ser adiado.

A Comissão Eleitoral Independente poderá ainda pedir a recontagem em outras províncias, já que as eleições foram marcadas por denúncias de fraude. "Obtivemos evidências que mostram que os resultados foram suspeitos, por isso ordenamos a recontagem", disse Zekriya Barakzai, um comissário da entidade eleitoral, cujos membros são nomeados pelo governo.

A eleição transcorreu em relativa calma, apesar de uma ameaça do Taleban de prejudicar a votação. No entanto, centenas de seções eleitorais não abriram por causa da precária segurança. Milhares de queixas foram registradas na Comissão Eleitoral.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãorecontagemeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.