Ban Ki-moon pede que autoridades líbias cumpram sua palavra

Secretário-geral da ONU diz que continuará trabalhando para poder levar ajuda humanitária à Líbia

Efe,

20 de março de 2011 | 18h42

CAIRO - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu neste domingo, 20, às autoridades líbias que cumpram sua palavra, após terem anunciado um novo cessar-fogo.

Veja também:

especialTwitter: Acompanhe os relatos de Lourival Sant'anna

especialLinha do Tempo: 40 anos de ditadura na Líbia

blog Arquivo: Kadafi nas páginas do Estado

especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

especialCharge: O pensamento vivo de Kadafi

"Peço às autoridades líbias que mantenham sua palavra", disse Ban em entrevista coletiva concedida no Cairo ao lado do ministro das Relações Exteriores egípcio, Nabil el Arabi.

 

Ban se mostrou cético com relação à possibilidade de que Trípoli vá cumprir o cessar-fogo ao lembrar sua conversa desta sexta-feira com o primeiro-ministro líbio, Mahmudi Baghdadi, que lhe disse que as autoridades acatariam as resoluções do Conselho de Segurança.

 

"Mas no final continuaram com as hostilidades", assinalou o secretário-geral da ONU.

 

"Peço ao Governo líbio que detenham a luta e que cumpram com a resolução do Conselho de Segurança", acrescentou Ban, que indicou que a ONU continuará trabalhando para que o conflito termine e para poder levar ajuda humanitária à Líbia.

 

Leia ainda:

linkEUA: Zona de exclusão aérea já funciona na Líbia

linkTropas de Kadafi invadem cidade rebelde Misrata

linkRússia diz que 48 civis morreram e pede ataques restritos

linkCoalizão volta a atacar forças de Kadafi

Tudo o que sabemos sobre:
ONUBan ki-moonLibiaguerracessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.