Berlusconi pede que Gaddafi desista de 'resistência inútil'

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, pediu a Muammar Gaddafi nesta segunda-feira que encerre sua "resistência inútil" e pediu aos rebeldes que evitem represálias.

REUTERS

22 de agosto de 2011 | 09h48

"Pedimos ao coronel Gaddafi que encerre toda a resistência inútil, para livrar seu povo de mais sofrimento", disse Berlusconi em comunicado.

A Itália era a aliada europeia mais próxima de Gaddafi antes de reverter abruptamente sua posição em abril para apoiar os rebeldes. Berlusconi havia expressado pesar pela campanha de bombardeios aéreos da Otan contra a Líbia.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIABERLUSCONIGADDAFI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.