Bloco sunita suspende conversas para entrar no governo do Iraque

O principal bloco político sunitairaquiano afirmou na quarta-feira que suspendeu as negociaçõescom o governo liderado pelos xiitas após uma discordância com opremiê Nuri al-Maliki a respeito de um cargo no gabinete. "Nós suspendemos as negociações com o governo e retiramosnossos candidatos", disse Salim al-Jibouri, porta-voz do grupo.Ele afirmou que a decisão foi tomada depois de Maliki rejeitarum dos candidatos propostos para um cargo no gabinete. O grupo sunita deixou o governo de unidade nacional emagosto, exigindo a liberação principalmente de detidos sunitase pedindo mais poder de voz em questões de segurança. Persuadir o bloco a voltar ao governo é um foco da políticanorte-americana no Iraque e é visto como um passo crucial parareconciliar as facções que se enfrentam no Iraque. Os árabessunitas têm pouca voz em um gabinete dominado por xiitas ecurdos. (Reportagem de Wisam Mohammed)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.