Bomba explode em Beirute e mata ao menos oito

Uma forte explosão de um carro-bomba na região central de Beirute na hora de pico na sexta-feira matou pelo menos oito pessoas e feriu 80, disseram testemunhas e fontes da segurança.

Reuters

19 de outubro de 2012 | 10h36

Não ficou imediatamente claro se a explosão mirava alguma figura política específica da dividida comunidade do Líbano, mas ocorreu em um período de elevadas tensões entre facções libanesas, que estão em lados opostos no conflito sírio.

A bomba explodiu na rua onde fica localizado o escritório do partido Falange cristão, que é anti-Assad.

Ambulâncias foram enviadas às pressas para o bairro de Ashafriyeh, uma região de maioria cristã, enquanto a fumaça podia ser vista subindo da região.

A explosão ocorreu durante o horário de pico, quando muitos pais estão buscando seus filhos na escola. Diversos carros ficaram destruídos e a frente de um prédio de vários andares foi severamente destruída.

Moradores correram em pânico procurando por parentes, enquanto outros ajudavam a carregar os feridos para as ambulâncias.

A guerra na vizinha Síria, que já matou mais de 30 mil pessoas, colocou a maioria de insurgentes sunitas contra o presidente Bashar al-Assad, que é da seita alauíta, ligada ao islamismo xiita.

(Reportagem de Mariam Karouny e Oliver Holmes)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBANOEXPLOSAOBOMBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.