Bombardeio aéreo sírio contra fliperama deixa 6 mortos

O fato aconteceu no bairro de Al Fardus segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos

O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2015 | 14h27

Cairo.- Pelo menos seis pessoas morreram na noite deste sábado, entre elas duas crianças e uma mulher, em um bombardeio de aviões militares sírios contra um fliperama na cidade de Aleppo, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Segundo esta ONG, que conta com uma rede de voluntários por todo o país, 11 crianças e um maior de idade estavam presos entre os escombros, onde as forças de Defesa Civil tentam resgatá-los com vida.

O fato aconteceu no bairro de Al Fardus e, segundo o Observatório, foi possível abrir uma via de ar até o local onde o resto das vítimas ficaram presas.

Além disso, na província de Idlib, controlada por forças rebeldes e islamitas, outras 19 pessoas morreram, entre elas um homem e seu filho, em um ataque aéreo contra a cidade de Bilion, na região de Jebel al Zawiya.

O Observatório apontou que o número de vítimas fatais poderia aumentar devido ao estado grave de alguns feridos, cujo número não foi detalhado.

A organização indicou que outros oito civis morreram na cidade de Al Shadadi, na província nordeste de Al Hasaka, em outro bombardeio de aviões de combate sírios.

Estes números se somam aos pelo menos 71 civis que também faleceram ontem em dois ataques aéreos do regime com barris explosivos na província de Aleppo./EFE

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaBombardeio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.