Bombardeios liderados pelos EUA matam pelo menos 70 militantes na Síria, diz grupo

Bombardeios liderados pelos EUA matam pelo menos 70 militantes na Síria, diz grupo

Total de mortos e feridos chega a 300, segundo Observatório Sírio para os Direitos Humanos

REUTERS

23 de setembro de 2014 | 10h33

Os ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico mataram ao menos 70 de seus militantes nesta terça-feira no norte e leste da Síria, disse um grupo que monitora a violência na guerra civil síria.

Rami Abdulrahman, que administra o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, disse que o número de mortos deve provavelmente ser muito maior. "A informação é que os números são maiores do que isso", disse ele à Reuters por telefone.

Ele se referiu às vítimas nas províncias de Raqqa, Deir al-Zor e Hasakah, no norte e leste da Síria. Abdulrahman afirmou que o número total de mortos e feridos era de ao menos 300.

(Texto de Tom Perry)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAEUAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.