ABDULMONAM EASSA/AFP
ABDULMONAM EASSA/AFP

Bombardeios matam uma criança e deixam 11 feridos na Síria

O Observatório Sírio de Direitos Humanos não descartou que o número de mortos aumente devido ao grave estado de alguns dos feridos

EFE

07 Janeiro 2018 | 11h41

DAMASCO - Pelo menos uma criança morreu e outras 11 pessoas ficaram feridas neste domingo, 07, depois que as forças governamentais sírias lançaram 20 de bombardeios sobre Ghouta Oriental, região controlada pelos rebeldes perto de Damasco.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que um menor de idade foi atingido na cidade de Arbin, e não descartou que o número de mortos aumente devido ao grave estado de alguns dos feridos.

Desde 29 de dezembro, Ghouta Oriental é alvo de uma ofensiva das forças leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, que enfrentam facções islamitas e rebeldes, entre elas o Organismo de Liberdade do Levante, a aliança do antigo braço da Al Qaeda.

+++ Bombardeios deixam pelo menos 23 mortos na Síria

Ontem, 17 civis morreram, entre eles duas crianças e três mulheres, em ataques aéreos das forças do governo sírio.

De acordo com a última contagem do Observatório, desde o início dessa operação 97 civis morreram vítimas de bombardeios e fogo de artilharia, entre eles 22 menores e 22 mulheres. /EFE

 

Mais conteúdo sobre:
Síria [Ásia] Guerra Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.