Mohammed Ameen/Reuters
Mohammed Ameen/Reuters

Bombas matam mais de 30 no Iraque dias antes de eleições locais

Duas explosões ocorreram em posto de controle na área externa do Aeroporto Internacional de Bagdá

Reuters

15 de abril de 2013 | 10h32

(Texto atualizado às 15h05) BAGDÁ - Carros-bomba e explosões em várias cidades do Iraque, incluindo duas explosões em um posto de controle na área externa do Aeroporto Internacional de Bagdá, mataram pelo menos 33 pessoas nesta segunda-feira, 15, dias antes de eleições provinciais.

Ninguém assumiu a responsabilidade pelos ataques em Bagdá, Kirkuk, Khurmato Tuz e outras cidades do norte ao sul, mas a ala local da Al-Qaeda está empreendendo uma campanha contra os xiitas e o governo para alimentar um confronto sectário.

Os iraquianos vão votar no sábado para os membros dos conselhos provinciais, em uma eleição que é vista como um teste de estabilidade política desde que as últimas tropas dos EUA retiraram-se, em dezembro de 2011. Vários candidatos foram mortos até agora na campanha, incluindo dois políticos moderados sunitas durante o fim de semana.

Os ataques desta segunda-feira foram em sua maioria com carros-bomba, incluindo as duas explosões que mataram dois passageiros em um posto de controle na entrada do aeroporto de Bagdá.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUAeleições locais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.