Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reuters
Reuters

Bombas são lançadas em Bagdá durante visita do vice de Obama

Joe Biden visita Bagdá para fornecer "informação de alto nível" sobre a evolução da situação no país

Agência Estado, Associated Press e Efe,

15 de setembro de 2009 | 10h48

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, realiza nesta terça-feira, 15, uma visita ao Iraque. A viagem, não informada anteriormente, tem como meta mostrar que a administração do presidente Barack Obama mantém seu foco na guerra no Iraque.

 

A Casa Branca anunciou a viagem, a terceira de Biden ao país neste ano, como uma chance para o vice-presidente se reunir com vários líderes iraquianos, tanto em Bagdá quanto na região semiautônoma curda, no nordeste do país, onde a violência continua forte.

 

O vice deve se reunir com o presidente iraquiano, Jalal Talabani; o primeiro-ministro do país, Nouri al-Maliki; o presidente do Conselho de Representantes, Ayad al-Samarrai; além de outros membros do alto escalão da política local. Biden também se encontrará com membros da missão das Nações Unidas no país e foi enviado por Obama para que possa fornecer "informação constante e de alto nível" sobre a evolução da situação no Iraque.

 

Explosões

 

Durante a visita do vice do Obama, foram lançados quatro morteiros na fortificada Zona Verde, onde ficam vários escritórios do governo, além de embaixadas dos EUA e da Grã-Bretanha e o Parlamento.

 

Não havia, porém, relatos sobre feridos na área nem em qualquer outro ponto da capital iraquiana. Não se sabe o lugar exato onde Biden estava no momento do ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.