Braço da Al Qaeda no norte da África liberta 2 reféns espanhóis

O braço da Al Qaeda no norte da África libertou dois reféns espanhóis como parte de um acordo envolvendo a libertação de um militante, informou a TV Al Arabiya neste domingo.

REUTERS

22 de agosto de 2010 | 15h50

A libertação dos reféns foi ligada à repatriação pela Mauritânia de um militante malês condenado pelo sequestro de três funcionários espanhóis de ajuda humanitária, incluindo os dois reféns, disse a rede de TV.

Não foram divulgados detalhes sobre a libertação.

Uma autoridade de Mali disse que dois espanhóis haviam sido libertados. "Nós confirmamos a sua libertação", disse a autoridade, falando em condição de anonimato e sem dar mais detalhes.

(Reportagem de Firouz Sedarat)

Tudo o que sabemos sobre:
ALQAEDAREFENSLIBERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.