Brown prepara anúncio sobre retirada 'substancial' do Iraque

Até metade dos 5.500 soldados britânicos no país pode voltar para casa

EFE

30 de setembro de 2007 | 09h45

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, está preparando o anúncio no Parlamento de uma retirada substancial de tropas britânicas do Iraque, revelou hoje o jornal The Independent. Até metade dos 5.500 soldados que o Reino Unido mantém no país árabe pode voltar para casa nos próximos meses, segundo o jornal. As sessões parlamentares serão retomadas no dia 8 de outubro após o recesso de verão no hemisfério norte. Um membro do governo disse ao "Independent" que o anúncio seria "significativo" e revelaria uma clara estratégia a ser seguida no Iraque.   Espera-se que Brown confirme a entrega às autoridades iraquianas do controle de Basra, a última província do Iraque em mãos britânicas, e que esboce um calendário para a retirada da maioria dos soldados do Reino Unido no ano que vem. Segundo os cenários previstos pelo governo, aos quais o jornal teve acesso, entre 2.000 e 3.000 militares britânicos permanecerão no Iraque até o próximo ano cumprindo uma missão de "supervisão", mas preparados para intervir em caso de emergência se as autoridades do Iraque ou dos EUA pedirem. No total, 170 militares britânicos morreram desde o início da invasão anglo-americana, em março de 2003.

Tudo o que sabemos sobre:
iraqueretiradareino unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.